MAIO 2008 — Madri (ESPANHA)

No projeto será coberto o planejamento ótimo do material (locomotivas) e do pessoal (maquinistas e interventores), em suas diferentes fases da programação estratégica, tática e diária, e o otimizador a ser desenvolvido pela GOAL SYSTEMS estará integrado com todos os sistemas de informação da companhia.

No projeto será coberto o planejamento ótimo do material (locomotivas) e do pessoal (maquinistas e interventores), em suas diferentes fases da programação estratégica, tática e diária, e o otimizador a ser desenvolvido pela GOAL SYSTEMS estará integrado com todos os sistemas de informação da companhia.

A GOAL SYSTEMS foi designada pela RENFE OPERADORA como adjudicatária do projeto Design, Desenvolvimento, Implantação e Manutenção Integral de uma ferramenta Informática para a Otimização dos Recursos Produtivos da Direção Geral de Serviços de Alta Velocidade/Longa Distância.

A GOAL SYSTEMS foi selecionada em um processo de decisão em nível internacional, no qual participaram alguns de seus concorrentes e a RENFE exigiu testes de conceito com dados reais, onde foi possível demonstrar os níveis de otimização conseguidos em anteriores projetos no setor de alta velocidade, unido às soluções existentes para o planejamento de recursos humanos, e à ótima relação entre nível de otimização-qualidade-preço, que assegura um rápido retorno do investimento à RENFE AVE-LD.

O projeto pretende apoiar com ferramentas informáticas de planejamento ótimo de recursos, o Novo Modelo de Gestão da RENFE Operadora que dirigirá a companhia para sua adaptação a um ambiente de entrada da concorrência, para atuar em um mercado aberto no qual o cliente são os usuários finais, e a oferta é definida fundamentalmente em função de critérios de mercado e concorrência.

O principal objetivo do projeto é dar apoio à gestão dos distintos produtos e tentar dar uma maior coerência ao conjunto da oferta, mediante a otimização dos recursos produtivos, principal ativo da companhia, assim como permitir simular cenários que possibilitem criar outras condições mais vantajosas para o negócio que as atuais.

Embora o plano estratégico da Renfe contemple nos próximos anos se tornar a segunda rede mundial de alta velocidade, na atualidade as dimensões do problema são de 230 cabeças tratoras (locomotivas e material autopropelido), 1.000 maquinistas e 700 interventores, distribuídos entre 15 oficinas, 5 gerências de produção e 50 residências de pessoal.

Com esta adjudicação e junto com a obtida anteriormente para o TGV francês (SNCF), a GOAL SYSTEMS se torna o referente mundial em sistemas de otimização para o setor ferroviário de alta velocidade..

Goal Systems